segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Resenha: As Vantagens de ser Invisível - Stephen Chbosky

  Eu tive uma sensação esta noite, foi logo após ler As vantagens de ser Invisível, logo após viver e descobrir o mundo com Charlie, logo após passear no carro com Patrick e Sam (os melhores amigos que se pode ter), ouvindo Heros em alto volume com o vento batendo, foi logo após me sentir infinita...
   Charlie é um garoto que é feliz e triste ao mesmo tempo e que não entende como pode ser assim. É o garoto que ninguém vê e que se expressa em cartas que ninguém sabe para quem. Na verdade, não se sabe muito sobre Charlie a não ser o que ele nos conta. Não sabemos seu sobrenome nem onde mora. Aos poucos vamos tomando conhecimento das sensações e pensamentos e juntos com esse garoto invisível, vamos (re) descobrindo a vida. Vivemos os primeiros encontros amorosos, o primeiro beijo, a primeira festa, o drama familiar, as confusões na escola, um mundo adolescente embriagado de emoção e rock’n’roll, mas também um mundo de inocência, de questionamentos, dramas e aflições.

   Um passado confuso marcou a vida de Charlie e as coisas se tornaram invisíveis. Ele tem flashes de memória sobre esses episódios tristes, mas são pensamentos confusos de um garoto solitário na cantina da escola com um livro na mão. Um garoto que escreve cartas a ninguém, que ouve as fitas da irmã e dança sozinho.  Apesar de momentos tristes, há muita alegria e histórias estranhas, hilárias e devastadoras narradas em suas cartas. Charlie luta entre a apatia e o entusiasmo e nos transporta a uma história divertida e ao mesmo tempo instigantes.
   Outros personagens também me encantaram, como o Patrick, também conhecido com “Nada”. Um garoto com uma energia contagiante, ele tem um humor que irradia e uma sensibilidade que nos emociona. O garoto que conta piadas, que desenha uma barba no queixo e imita o professor na sala de aula e também o garoto que sofre preconceitos, um garoto que ama, um garoto se permite chorar. Sam, é aquela garota bonita, inteligente e com uma doçura no jeito de falar, uma garota alegre, mas também a garota tímida e que sai com caras “errados”, uma garota envolvente que faz o Charlie querer dançar.
   Uma as minhas leituras preferidas nesse ano e o impulso perfeito para mergulhar e me sentir como o Charlie, infinita.

Resumo:
  Cartas mais íntimas que um diário, estranhamente únicas, hilárias e devastadoras - são apenas através delas que Charlie compartilha todo o seu mundinho com o leitor. Enveredando pelo universo dos primeiros encontros, dramas familiares, novos amigos, sexo, drogas e daquela música perfeita que nos faz sentir infinito, o roteirista Stephen Chbosky lança luz sobre o amadurecimento no ambiente da escola, um local por vezes opressor e sinônimo de ameaça. Uma leitura que deixa visível os problemas e crises próprios da juventude. 


As Vantagens de ser Invisível - Ficha Técnica

Autor: Stephen Chbosky
Editora: Rocco
Tradução: Ryta Vinagre
Páginas: 223
Categoria: Literatura Infanto-Juvenil/ Juvenil





10 comentários:

  1. Quero tanto ler esse livro, mas ainda nem comprei heheheh vi o filme e gostei muito, mas com certeza o livro é bem melhor.

    Beijos

    Livros e Café

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, eu também vi o filme e adorei mas mesmo assim o livro sempre é melhor e mais completo.

      Beijos ;)

      Excluir
  2. Quero muito ler esse livro, sou super curiosa. Eu assisti ao filme e o achei bacaninha, mas nada demais. Porém o livro parece abordar de uma forma diferente, imagino que seja mais interessante.

    http://sobrelivroseletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, com certeza o livro é mais intenso. Conta de forma mais detalhada o drama vivido por Charlie e claro, como o livro é mais completo que o filme vc vai ver detalhes que só tem no livro.

      Eu adorei os dois, e o livro já esta na minha listinha de favoritos deste ano hehe

      beijão!

      Excluir
  3. Oii, Paula!
    Oii, Lúcia!
    Conheci As Vantagens de Ser Invisível graças a atuação da minha querida Emma Watson, porque - sem exagerar - qualquer filme onde essa mulher participa já entra na boca do povo! Mas, assim que já conheci o filme, também não demorei a me apresentar ao livro.

    Charlie realmente é um personagem muito doce e sempre vamos conhecendo mais um pouco sobre ele durante a leitura. Ás vezes me comparo um pouco com personagem, já que eu mesmo tenho um blog - com senha - onde escrevo quase tudo que me acontece e meus pensamentos sobre aquilo.

    Patrick - o Nada - e Sam não podiam ser melhores e não haveria como nós nos tornarmos infinitos sem a presença destes dois. Stephen Chbosky sabe mesmo como nos introduzir no seu mundo, no mundo de Charlie.

    Beijoss! :)
    http://blogumjovemleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vinicios,

      Concordo com você a Emma é demais. Tanto que fui ler As Vantagens de ser Invisível justamente por causa da atuação dela no filme! Tudo que ela faz eu procuro seguir, assim como o Bling Ring que eu li e quero ver o filme.

      Charlie é uma mistura de todos nós: inocência, alegria, instintivo, alegre, triste... infinito!
      Adorei!

      Obrigada pela visita ;)

      Excluir
  4. Adorei o livro, ao mesmo tempo que é leve aborda os assuntos sérios. Não tem como não gostar do protagonista. e Sam e Patrick, são ótimos!
    Também ja vi o filme e gostei muito!

    Adorei seu blog, to seguindo aqui.
    Se puder de uma passadinha no meu também:
    http://livrosefantasia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee, com certeza As Vantagens de ser Invisivel apresenta de uma forma curiosa e leve assuntos bem intensos e nos faz apaixonar por Charlie, Sam e Patrick. ^^

      Que bom que gostou do blog, seja bem vinda sempre!

      Beeeijo

      Excluir
  5. Olá Paula, ótima resenha!
    Faz um bom tempo que quero ler esse livro e até hoje não tive a oportunidade, sempre ouço boas críticas sobre ele.
    Beijos!
    Monomaníacas por Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thayná, assim que tiver oportunidade recomendo a leitura e o filme tb. São ótimos! Claro que o livro tem mais detalhe e aquela emoção a mais, porem o filme não deixa a desejar!

      beijão

      Excluir

Obrigada por participar com sua opinião. Seu comentário será aprovado em breve!

Respondemos todos os recadinhos!