domingo, 8 de setembro de 2013

Resenha: Deus no Divã - Taty Ades

“Caros leitores, quem lhes escreve esse desabafo, sou eu, o Diabo (…). Aqui coloca a mim e a ti, bom Deus, no divã.”
  E foi assim que eu deitei no divã e me deixei levar pelas palavras de um Diabo um tanto fora dos padrões, digamos assim. A princípio a história pode assustar por se tratar de um Diabo conversando com Deus e, claro, com todos nós. Mas, não se assustem! Taty Ades quebrou um pouco os dogmas e alguns parâmetros tão arraigados em nossa sociedade.
  O Diabo que nos convida a deitar no divã é um tanto sarcástico, direto, dotado de um humor característico e uma grande sabedoria. Confesso que em várias passagens do livro me intriguei e pensei comigo mesmo: “nossa, mas que Diabo bonzinho, não?” Bem, acho que a proposta de Deus no divã é justamente essa: deitar no divã e se desprender de “achismos”, pré-conceitos e tudo aquilo que determinávamos como certo e errado. Não é hora de julgar, apenas deitar e relaxar... Ou não!

  Deus no divã não nos permite relaxar nem um pouco! Há momentos de comédia, até porque se não conseguirmos rir um pouco dos tombos que tomamos na vida, então estamos mesmos perdidos! No entanto, há muitas passagens que nos fazem refletir sobre a vida que estamos vivendo: nossas escolhas, nossa conduta perante o outro, nossos desejos, nossos fracassos e toda emoção que rege nossa vida.
Deus... Você deve estar perguntando que diabos... ops Porque Deus foi parar num divã? Não era ele quem deveria analisar? Afinal, foi Ele quem nos criou, não é mesmo?
  Bom, creio que se fomos criados á imagem e semelhança de Deus devemos, também, conhece-lo. Acredito que é isso que Taty Ades nos propõe. Colocar Deus á nossa frente e não adorá-lo nas alturas quando é dia de festa e questioná-lo, clamando aos céus quando tudo não vai bem. Quantas vezes nos questionamos: Deus porque me abandonaste? Ou então o pior, o culpamos por nossos fracassos, nossas guerras e lágrimas derrubadas.
  Mais uma vez, a quebra de parâmetros. Deus está solitário e depressivo no divã. Ele questiona a humanidade e o mundo tão bonito que havia criado.
  Assim termino a minha sessão. Me levanto desse Divã com o diagnóstico de ansiedade. Sim, a leitura me deixou ansiosa e com a mente um tanto inquieta. Me fez questionar a mim mesma e a sociedade a qual pertenço.  Não há cura para tamanha ansiedade sofrida, os questionamentos estão ai e creio que a premissa de Deus no divã não é resolvê-los, nem estipular novos dogmas ou atacar religiões (até porque não é um livro religioso), mas convidarmo-nos a deitar no divã e buscar pelo autoconhecimento.
Por hoje é só, as questões estão aí, volto depois para uma nova sessão.

Resumo:

  Em Deus no divã, figuras ilustres de nossa história participam dessa ficção tão próxima da realidade. Aliás, será mesmo ficção? Somente após a leitura, poderemos responder à inquietude que a obra nos incita mediante as definições de moral, pecado... as quais são impostas pela sociedade, mas nem sempre condizentes com algumas posturas e ideais.

Deus no Divã - Ficha Técnica
Autora: Taty Ades
Editora: Novo Século
Páginas: 144
Categoria: Literatura Nacional

4 comentários:

  1. cara muito louco sei lá parece um livro interessante
    gsto de livros que incitam o autoconhecimento apesar de nao ter lido muitos em minha vida mais enfim
    ta ai um livro que adoraria ler (cansada de romances baratos)

    paraomaridinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelle, tenho certeza que você vai dar boas risadas em algumas passagens deste livro. Vai se indignar, vai pensar muito... Enfim muitas emoções hehe

      Também estou um pouco cansada dos romances água-com-açúcar rsrs
      Tenho lido livros mais sérios e alguns de distopias tb que eu adoro!

      Obrigada pela visitinha ;)

      beijos

      Excluir
  2. Uhum... me interessei.
    A proposta de conhecermos o outro lado dessas coisas que envolvem religião, me atraiu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, tudo bom?

      Deus no Divã é mesmo muito interessante, tenho certeza que você vai gostar.

      beijos ;)

      Excluir

Obrigada por participar com sua opinião. Seu comentário será aprovado em breve!

Respondemos todos os recadinhos!