quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Resenha: A Ilha dos Dissidentes - Bárbara Morais

   Aos fãs de distopia: podem se preparar para embarcar numa louca viagem, cheia de emoções a cada página virada. A ilha dos dissidentes vai prender sua atenção e sua respiração do começo ao fim! E não para por ai, o livro faz parte da trilogia ‘anômalos’ e este primeiro volume foi lançado na Bienal deste ano.
   Ao ler (ops, devorar) a ilha dos dissidentes, me lembrei bastante de Jogos Vorazes da Suzanne Collins e Reiniciados da Teri Terry, não sei se a autora Bárbara Morais se inspirou nessas outras obras ou se qualquer semelhança é mera coincidência, acredito que não. Apesar da semelhança, Bárbara Morais constrói uma narrativa excelente, rápida e gostosa de ler. Há muitos detalhes e muita criatividade na elaboração dos cenários e características dos personagens. Sem dúvida é um dos livros que eu já coloquei na minha listinha de favoritos e já estou ansiosa para ler os próximos volumes da série.

   A história inicia com nossa protagonista, Sybil Varuna, num hospital, sendo submetida a testes e mais outros exames, quando descobrem que ela não é uma menina comum, mas uma anômala. Antes a personagem vivia em um orfanato em Kali, uma cidade pobre e que era palco de guerra.
   E por falar em guerra, é com esses conflitos  e armas nucleares  que surgem alguns  seres humanos mutantes, com habilidades um tanto inusitadas. Esses foram considerados “aberrações” pela sociedade e foram alocados em uma cidade especial, Pandora, com regras, idioma, escolas, e até vestimentas para diferenciá-los dos considerados normais. Quem é anômalo vive com uma família que muitas vezes não é a sua de origem, mas uma família adotiva (também anômala) que o acolhe.
   Então, depois de ter sido a única sobrevivente em um naufrágio, Sybil é adotada por uma família na cidade especial: Rubi, Dimitri e Tomás. Ela também vai para escola e logo fica amiga de Naoki, Andrei e Leon. Tudo parecia muito agradável naquela cidade especial: a comida de Dimitri era excelente, Rubi era muito amável, Tomás era aquele irmão engraçado e ao mesmo tempo bem amoroso. E finalmente Sybil tinha amigos. Mas, ao escolher como matéria a aula TecEsp,  as coisas vão transparecendo.  Sybil vai aos poucos percebendo que mesmo estando longe do palco de guerra que era a sua cidade, o perigo continua, ali, pertinho, correndo junto com ela.


Resumo:

 São três regras muito simples: você não diz para ninguém o que se passa por aqui. Você não faz alarde que faz parte dessa turma. E você sempre respeita os membros. Se você descumpri-las, sua vida vira um inferno, certo?

A Ilha dos Dissidentes - Ficha Técnica

Autora: Bárbara Morais
Editora: Gutenberg - Brasil
Páginas: 303
Categoria: Literatura Nacional / Romance

  •  A Ilha dos Dissidentes (2013)
  •  Não lançado
  •  Não lançado

6 comentários:

  1. bom antes de eu começar ler a sua resenha a primeira coisa que me dveio a mente foi tipo ... tive um presentimento de que tinha algo a ver com jogos vorazes
    ai começei ler e vc falou isso uahsuahsuahsa que louco nao?
    toda vez que venho aqui vejo uma mega indicação hahaha
    bjus amoreeee

    paraomaridinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é menina, logo nos primeiros capítulos senti uma forte semelhança com Jogos Vorazes e um pouco também de Reiniciados (não sei se vc leu é muito bom!). Foram dois livros maravilhosos que entraram fácil para minha listinha de favoritos e A ilha dos dissidentes não foi diferente. Apesar da semelhança é um livro bem original e que prende atenção do começo ao fim. Tenho certeza que vc vai adorar.

      Ah mas tem uma coisa, prometo daqui pra frente só começar a ler triologias quando estiver com os três volumes em mãos ahha Haja ansiedade!

      Beijão ;)

      Excluir
  2. Oi Paula, tudo bem?

    Tinha lido algumas resenhas do livro, mas confesso que nenhuma foi tão esclarecedora quanto a sua rsrs Finalmente entendi do que se trata "A Ilha dos Dissidentes", e estou louca para ler! Amo distopias e esta promete ser maravilhosa :)
    Adorei a resenha!

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jú, tudo bom?
      Ai que bom que gostou da resenha, fico feliz por ter esclarecido suas dúvidas. E tenho certeza que, se vc gosta de distopias, vai amar A Ilha dos Dissidentes!

      Depois que ler, dá uma passadinha aqui e conta suas experiências, ta bom?

      Beijão ^^

      Excluir
  3. Oi, oi, Paula!
    Fiquei muito feliz com a sua resenha :) Que bom que você gostou e se divertiu lendo.
    Eu achei engraçado o seu comentário porque embora eu seja muito fã de Jogos Vorazes, eu nem conhecia Reiniciados até você comentar! Acho que vou dar uma olhada nele, me interessei pela sinopse.


    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Bells, eu fiquei impressionada quando li alguns capítulos e ja identifiquei uns traços de Jogos Vorazes e Reiniciados. Tenho certeza que vc vai gostar de ler tb!
      Depois passa aqui e me conta o que achou!

      Beijão ^^

      Excluir

Obrigada por participar com sua opinião. Seu comentário será aprovado em breve!

Respondemos todos os recadinhos!