domingo, 1 de setembro de 2013

Resenha: O Lado Bom da Vida - Matthew Quick

 "Estou praticando ser gentil em vez de ter razão, de modo que Nikki possa me amar de novo quando acabar o tempo separados..."
   Essa é a frase que percorre se não todas as páginas, mas boa parte do livro. É como um mantra que   Pat diz a si mesmo todos os dias, Uma ideia fixa em sua cabeça de que sua vida pode voltar ao que era antes.  Uma vida boa e feliz com sua amada esposa, é o que ele pensa e projeta para si mesmo.
  Pat Peoples é um personagem envolvente. Em  alguns momentos pode parecer louco, mas quem não é?
  Pat esteve muito tempo internado em um hospital psiquiátrico, que ele chama de lugar ruim, mas não sabe ao certo o porque foi “colocado” ali. Apenas alguns flashes de memória lhe vem, mas ele não sabe o que aconteceu nem o que ele fez.

  Ele é diagnosticado como bipolar (um transtorno de personalidade), mas apesar de seus momentos de fúria, Pat é um cara sensível, apaixonado e – pode se dizer, bem determinado.
Tudo que ele faz é em função ou para Nikki, sua ex-esposa e com quem ele pensa reatar e ter uma vida feliz. Ele lê os livros que Nikki gosta, corre muitos quilômetros por dia para manter uma boa forma, pois “Nikki gosta assim”. Pode parecer cansativo essa extrema obsessão por Nikki que cerca toda a história do livro. No entanto, Pat é um pouco de cada um de nós. Ele tenta com todos os esforços recuperar aquilo que foi perdido, pois acredita que naquela época ele estava seguro, ele era feliz. Quem nunca pensou assim? Quem nunca fez um esforço para manter algo só porque aquilo causava antes um bem estar?
E quanto ao lado bom da vida. Pat vai descobrindo o que é. Ele nos convida a correr com ele, questionando a vida, os sentimentos e (re) descobrindo o amor. O verdadeiro amor, e assim O Lado Bom da Vida!

Resumo:

   Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.

 O Lado Bom da Vida - Ficha Técnica
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Tradutora: Alexandre Raposo
Páginas: 256
Categoria: Romance / Literatura Estrangeira

2 comentários:

  1. Olá!

    Gostei da opinião sua do livro e fiquei curiosa pela leitura. Ainda não tinha me instigado a ler ele, mas gostei dos pontos que levantou na sua opinião e isso me causou curiosidade!

    Abraços e Beijokas da Angel ;)
    http://angelandherbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angel, tudo bom?
      Que bom que gostou da resenha! Eu adorei o livro justamente por essas lições que o Pat nos ensina. Achei Pat amável, intenso, meio louquinho, mas com um coração muito bom. Fiquei apaixonada por ele rsrss

      Beijos e obrigada pela visita :)

      Excluir

Obrigada por participar com sua opinião. Seu comentário será aprovado em breve!

Respondemos todos os recadinhos!